domingo, agosto 07, 2005

Por favor poupem água!


Weir Wood Reservoir, East Sussex, Junho 2005

Será apenas 2005 um ano "excepcional", de condições atmosféricas extremas ou vai ser parte da nossa vida no futuro? Ninguém sabe. O certo é que a seca está aí, não só em Portugal, e se de momento visivelmente pouco nos afecta no nosso dia a dia, a sua persistência por anos consecutivos terá consequencias negativas. Todos temos de ajudar a poupar água.

A maneira como se pensa a paisagem vai ter que mudar. Num dos projectos de urbanização mais recentes na capital, a Alta de Lisboa, utiliza-se relva em grandes extensões, uma opção dispendiosa e que consome enormes quantidades de água, provavelmente da rede pública, preterindo plantas autóctones ou exóticas não invasoras adaptadas a climas secos, e como disse o Bioterra num comentário de um post anterior, tem uma mais valia ambiental e estética. A maior parte das espécies que compõem um relvado entram num período de dormência quando a água é escassa, como se vê nestas imagens, voltando a crescer quando as condições são favoráveis, normalmente no Outono. Ou seja, não se regando as zonas arrelvadas, são num ano "normal" em boa parte de Portugal, quatro meses de mancha amarela, com uso restricto. Um relvado de 20 metros quadrados consome em média por semana 700 litros de agua (0.7m3) quando regado artificialmente. Outro problema é o uso de herbicidas e fertilizantes químicos para efeitos de manutenção, afectando todos os que o rodeiam. O seu uso deve ser pensado de forma sustentável em espacos públicos e privados.
Listed on BlogShares